×
Comentários desativados em Eventos corporativos e viagens de incentivo: como descobrir o que o seu público gosta

Eventos corporativos e viagens de incentivo: como descobrir o que o seu público gosta

Existem momentos que é indispensável realizar um evento corporativo, a fim de elevar o alcance da marca, impulsionar as vendas, tratar de temas relevantes para a sociedade, reconhecer colaboradores, incentivar equipes etc. No entanto, o que é preciso para conhecer o público-alvo do evento?
Independente de qual for o tipo e objetivo do evento, esse é um dos primeiros passos para criar uma estratégia de sucesso.

Muito além de segmentar o público que deseja trabalhar, saiba que é crucial desenvolver e documentar buyer personas – personificação de perfis reais (clientes, funcionários…) que ajudam os profissionais a elaborarem estratégias de promoção do negócio em questão. Basicamente elas são personagens semifictícias do seu público ideal, com dados baseados em pesquisas de mercado, entrevistas com clientes, números analíticos e assim por diante.

Neste post, trouxemos algumas perguntas-chave para que você tenha uma noção melhor do que é preciso para construir uma persona de qualidade (Seja na hora de planejar uma viagem de incentivo ou de criar um evento de reconhecimento de líderes). Confira!

Qual a idade dessa persona?

Ao criar sua persona, um dos primeiros fatores que você deve observar é a questão da idade, pois essa informação pode mudar a forma como será conduzido o evento. Desde o pós-guerra, temos quatro grandes gerações que convivem na sociedade e se relacionam entre si: os baby boomers, a geração X, a geração Y e os Millennials.

As duas primeiras gerações têm características mais conservadoras, costumam trabalhar sobre pressão, buscam pela individualidade e, às vezes, anseiam pela quebra de paradigmas. Em contrapartida, as gerações atuais são superconectadas com a tecnologia, procuram informações rápidas, costumam ser mais ansiosos e sabem exatamente quais são os seus direitos.

Qual o grau de escolaridade?

Quanto mais conhecimento adquirimos na vida, naturalmente, maior é o nível de exigência acerca de um determinado assunto. Segmentar o público em relação ao nível de estudo é uma forma de identificar qual o nível de especificidade que o seu evento corporativo terá, a fim de alcançar a audiência certa.

Sendo assim, o desenvolvimento do perfil ideal de cliente dependerá muito do tipo de evento e a compreensão do público sobre o tema a ser proposto. Para se ter uma ideia, pessoas com mestrado e doutorado costumam focar em eventos com conteúdo mais denso e específico, já o público com uma escolaridade menor tende a consumir algo mais simples e descontraído.

Como é a rotina?

O cotidiano do público-alvo também é algo a se considerar, pois, com essa informação, torna-se mais simples identificar os anseios das pessoas e quais as motivações delas em frequentar um evento corporativo. Defina qual o curso a persona estuda, o cargo que exerce, se tem filhos ou não, entre outros tópicos relevantes.

Dependendo do que é avaliado em relação à rotina, você desenvolverá eventos de acordo com as perspectivas de cada um. Caso o evento seja direcionado para os colaboradores da empresa, por exemplo, podemos colocar que a persona busca por motivação no trabalho, que deseja aumentar a renda para dar um futuro digno à família, adquirir conhecimento e assim por diante.

O que a persona costuma fazer no momento de lazer?

Os momentos de lazer da persona também são aspectos relevantes a considerar, afinal, a partir dos gostos pessoais do seu público, fica mais simples organizar um evento condizente com as metas da empresa. Você pode incluir no cronograma algo que chame a atenção dos participantes do evento, tais como voos internacionais, ingressos para cinema, jogos em casino e demais pontos interessantes.

Não é pelo fato que o evento tenha uma característica profissional que a organização precisa ter o foco só nisso, mas sim alinhar cada atração para que clientes, fornecedores ou colaboradores se sintam à vontade de fato. Independentemente se fará uma palestra, simpósio, workshop, feira ou demais reuniões corporativas, lembre-se sempre de dar um toque de cultura e distração.

Por quais meios de comunicação que ela se informa?

O nível de conhecimento do público é algo determinante em diversos aspectos, especialmente no que se refere à linguagem utilizada durante o evento em si. A democratização da informação por meio da internet fez com que as pessoas ficassem mais atentas e exigentes, o que se torna um desafio interessante na hora de montar uma reunião corporativa que engaje o público.

Saber quais são os meios de comunicação mais utilizados pelas pessoas as quais pretende dialogar torna a interação fluída, sendo que você terá a certeza de qual terreno deve pisar ou não. Se a persona utiliza bastante as redes sociais, saiba que sua empresa precisa ter presença online e desenvolver conteúdos que atraiam de verdade.

Quais são suas preferências de entretenimento?

Assim como os hobbies, o que a persona consome como entretenimento, tais como filmes, séries, estilos musicais e demais preferências podem fazer a diferença na hora de construir a programação de um evento. Saiba que, ao conhecer um pouco mais da história das pessoas, você consegue montar um planejamento estratégico para construir uma relação de confiança e credibilidade.

Dependendo da área de atuação da empresa e dos gostos da sua persona, torna-se possível unir o útil ao agradável e proporcionar um ambiente ao qual ela jamais esqueça. Da decoração até o tema abordado, você pode utilizar bastante a criatividade, desde que seja interessante para o público que esteja presente.

Quais são os desafios e os objetivos da persona?

Quando se desenvolve a construção de personas é indispensável ter a empatia de compreender quais são os pontos de dor do público-alvo. Seja no lado pessoal, seja no profissional, cada pessoa almeja algo na vida e se antecipar a esses problemas faz com que a comunicação da empresa tenha mais eficácia.

Pode ser que o público presente queira aumentar a produtividade, esteja interessado em conferir as novidades do setor industrial, queira estabelecer um bom networking ou busque por oportunidades de negócio. Seja qual for o objetivo, lembre-se de organizar um evento corporativo que mexa com as pessoas e traga resultados o mais rápido possível.

Como um evento corporativo pode ajudá-la?

Participar de eventos corporativos permite desbravar um pouco mais sobre a empresa e ter a oportunidade de enriquecer o currículo ainda mais. Entenda que para atrair o seu público ideal é preciso fornecer algo que seja realmente considerável, isto é, a pessoa precisa sentir que aquele momento será único e impactante na carreira. E o que mais vale aqui é a EXPERIÊNCIA que você irá proporcionar (para os colaboradores ou para os consumidores do evento).

Tendo isso em vista, desenvolva um ambiente propício para estreitar a relação entre as partes interessadas no negócio, visando não apenas o lucro, mas a melhora da imagem da empresa diante do cenário em que atua. Os eventos são de suma importância para corrigir gargalos no processo produtivo, redesenhar estratégias e firmar parcerias a curto, médio e longo prazo.

Por fim, é importante ressaltar que conhecer o público-alvo faz com que o evento se torne uma experiência de consumo, proporcionando um espaço que seja ideal para a interação e construção de uma marca forte no mercado.

Se você gostou do texto de hoje e está procurando um bom lugar ainda para fazer o seu evento e/ou criar sua experiência para uma viagem de incentivo, então aproveite que está por aqui e baixe o nosso Guia de evento corporativo em Punta del Este!